Download
lixo e sua influ ncia sobre os recursos naturais n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Lixo e sua influência sobre os recursos naturais PowerPoint Presentation
Download Presentation
Lixo e sua influência sobre os recursos naturais

Lixo e sua influência sobre os recursos naturais

86 Vues Download Presentation
Télécharger la présentation

Lixo e sua influência sobre os recursos naturais

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Lixo e sua influência sobre os recursos naturais O ambiente urbano é um dos mais poluídos, nela ocorre vários tipos de poluição: sonora, visual, atmosférica, lixo, esgoto, etc. O ambiente urbano é um dos mais poluídos, nela ocorre vários tipos de poluição: sonora, visual, atmosférica, lixo, esgoto, etc.

  2. Lixo É todo e qualquer resíduo proveniente das atividades humanas ou gerado pela própria natureza. Lixo é aquilo que ninguém quer. OBSERVAÇÃO: Ele continua existindo mesmo depois que o jogamos na lixeira.

  3. O Brasil produz 241.614 toneladas de lixo por dia. 76% são depositados a céu aberto em lixões, 13% são depositados em aterros controlados, 10% são depositados em aterros sanitários, 0,9% são compostados em usinas e 0,1% são incinerados. É importante salientar que o material orgânico compõe a maior parte do item "outros". Aproximadamente 53% deste total, é de restos de comida desperdiçada. ESTATÍSTICAS

  4. ROMA PRIMEIRA METRÓPOLE EUROPÉIA JÁ APRESENTAVA PROBLEMAS COM O LIXO

  5. HOJE... 75% do lixo coletado no Brasil é jogado em lixões a céu aberto, contaminando o solo e conseqüentemente poluindo lençóis subterrâneos de água.

  6. AGROTÓXICOS:Produtos utilizados para combater seres vivos que prejudicam plantações ou animais de criação… …são também denominados como: inseticidas, fungicidas, herbicidas, acaricidas, etc.

  7. O processo de modernização da agricultura, introduziu o uso de adubos químicos e herbicidas. • O Brasil é o 5º maior consumidor mundial movimentando cerca de US$ 2,5 bilhões • IMPORTANTE: • Somente 0,1% atinge o alvo específico enquanto 99,9% se acumulam em solos e água.

  8. O efeito dos agrotóxicos aumentam ao longo de uma cadeia alimentar (bioamplificação). Inseticidas em plantações são assimilados por pássaros que comem as sementes. Se uma ave de rapina come vários desses pássaros, absorve grande quantidade de veneno, suficiente para matá-lo ou para fazer com que ponha ovos de cascas finas, que se rompem no ninho. CONSEQUÊNCIAS NO MEIO AMBIENTE

  9. Intoxicação: Atuam sobre o sistema nervoso central resultando em distúrbios comportamentais, sensoriais, equilibrio, musculatura involuntária e depressão dos sistemas vitais como respiração, causando convulsões, paralisia e morte do indivíduo.

  10. Contaminação: Pode se dar por inalação, ingestão e contato pela pele.

  11. Falta de saneamento básico e o acúmulo esgoto e lixo podem propiciar a proliferação de ratos, moscas, baratas, barbeiros, pulgas, piolhos, sarna, mosquitos (Aedes aegypty) que transmite a dengue. LIXO X PROBLEMAS DE SAÚDE

  12. - A mais grave foi a Peste Negra, que entre 1347 e 1351 causou 25 milhões de mortes cerca de um terço da população européia (idade média). - Leptospirose e hantavirose, além da peste bubônica. - Outras doenças como vermes, bactérias, fungos e vírus são ameaças constantes encontrada em locais com acúmulos de lixo, assim como, tifo, etc. MANIFESTAÇÃO DE DOENÇAS E EPIDEMIAS

  13. O tratamento do lixo doméstico no Brasil é realmente uma tragédia, 76% dos 70 milhões de quilos produzidos por dia, são lançados a céu aberto, 10% em lixões controlados, 9% para aterros sanitários e apenas 2% é reciclado. A realidade está mudando, hoje as pessoas que pensam um pouco mais neste planeta recorrem a alternativas que podem minimizar esta situação caótica. Pressione as prefeituras para adotarem a coleta seletiva como alternativa. DESAFIO DO SÉCULO: Reduzir, Reutilizar e Reciclar

  14. Começou na década de 60 nos países industrializados e em alguns países em desenvolvimento a conscientização pública da necessidade de prevenção da rápida degradação ambiental, em face do progresso acelerado que considerava em seus projetos tão somente a relação custo x benefício econômico. AVALIAÇÃO DE IMPACTO AMBIENTAL

  15. Como pensar em sustentabilidade se não pensar no meio ambiente?

  16. RESPONDA • Como são criadas as políticas públicas em seu município? • Quais as Ações Públicas voltadas ao meio ambiente desenvolvidas em seu município? • Que ações você desenvolve para preservar o meio ambiente e contribuir com a preservação ambiental? • Como está a consciência da população de seu município em relação ao meio ambiente? As ações desenvolvidas a nível municipal são aceitas pela população? O que está faltando? O que poderia ser realizado de diferente? Professor MOACIR NALIN XAXIM - SC