Download
o segredo de obede edom n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
O SEGREDO DE OBEDE-EDOM PowerPoint Presentation
Download Presentation
O SEGREDO DE OBEDE-EDOM

O SEGREDO DE OBEDE-EDOM

801 Vues Download Presentation
Télécharger la présentation

O SEGREDO DE OBEDE-EDOM

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. O SEGREDO DE OBEDE-EDOM

  2. I Crônicas – 13: 12, 13, 1412. E aquele dia temeu Davi a Deus, dizendo: Como trarei a mim a arca de Deus?13. Por isso Davi não trouxe a arca a si, à cidade de Davi; porém a fez levar à casa de Obede-Edom, o giteu.14. Assim ficou a arca de Deus com a família de Obede-Edom, três meses em sua casa; e o SENHOR abençoou a casa de Obede-Edom, e tudo quanto tinha.

  3. A arca esteve na casa de Abinadabe, numa montanha em Quiriate-Jearim por vinte anos. Havia sido devolvida a Israel pelos filisteus depois de uma grande crise geral de ratos e hemorróidas (I Samuel 5 e 6). Eles só conseguiram ficar com a arca sequestrada por sete meses, e a devolveram aos israelitas em desespero, acompanhada do estranho “sacrifício”que o Deus deles pedia: hemorroidinhas e ratinhos de ouro.

  4. Daí ela foi parar em Bete-semes. O povo de lá recebeu-a com curiosidade e, ignorando completamente as leis levíticas e sacerdotais, abriram a arca santa para olhar dentro! Deus então feriu mais de cinqüenta mil homens de dentre eles, para se fazer entendido. Os Bete-semitas ao invés de se arrependerem e se preparem para a tarefa de se comportarem com a arca de maneira apropriada, não, fizeram foi tratar de se livrar dela rapidamente. Chamaram os homens de Quiriate-Jearim, e deram o “presente de grego” para eles.

  5. Já o pessoal de Quiriate era diferente. Abinadabe foi consagrado por eles para ser o guardador da arca, e tudo com certeza na mais perfeita conformidade com a palavra de Deus. A arca ficou na casa dele, tranqüila, por vinte anos... É muito interessante que a arca tenha ficado na casa de Abinadabe e nada de extraordinário tenha acontecido em vinte anos. Provavelmente Abinadabe apenas “tolerava” a presença da arca em sua casa… Mas na casa de Obede-Edom a bênção chegara de maneira muito visível em apenas três meses…

  6. O início do reavivamento espiritual em Israel aconteceu quando Davi se lembrou da Arca da Aliança e resolveu trazê-la para Jerusalém. Ela estava distante uns 25 km de Jerusalém. A Arca permaneceu de 70 a 80 anos fora dos domínios de Israel, dos quais por  20 anos na casa de Abinadabe. Eleazar, filho de Abinadabe, foi consagrado para guardar a Arca e seus filhos, Uzá e Aiô, foram escolhidos para transportarem-na de Quiriate-Jearim para Jerusalém, guiando um  carroção novo.

  7. Davi estava ansioso por restaurar a arca do Senhor ao local onde ela pertencia. Mandou trazer a arca. O pessoal se põe a caminho. Colocam a arca num carro de boi e pé na estrada. Só que um dos bois, lá pelas tantas dá um tropeção. A arca balança, balança, vai cair... Uzá era o sujeito mais próximo. E Uzá também era filho de Abinadabe. Tinha com certeza crescido com a presença da arca em sua casa. Vinte anos de convivência. A arca para ele era como uma peça de mobília.

  8. Talvez a diferença esteja aí, eles se acostumaram a presença de Deus e não tinha noção do que a SHEKINAH representava. Para impedir a arca de cair, Uzá toca na arca. Aparentemente não foi nem um toque desrespeitoso, profano, não. Parecia um toque necessário, até emergencial. Mas Deus não levou isto em consideração. Foi tocar e cair fulminado, imediatamente. O menininho que cresceu acostumado à presença da arca da aliança em sua própria casa, agora homem, cai fulminado na frente de todos por um raio de Deus.

  9. 9 E temeu Davi ao SENHOR naquele dia; e disse: Como virá a mim a arca do SENHOR? 10 E não quis Davi retirar para junto de si a arca do SENHOR, à cidade de Davi; mas Davi a fez levar à casa de Obede-Edom, o giteu.I Sm.6.

  10. A Arca do Senhor, a Presença de Jeová, ficou na casa de um casal pobre, humilde, que morava a beira da estrada. O que Davi e todo o povo não sabiam era que Deus tinha um plano na vida de Obede-Edom. Passaram-se três meses e chegou uma boa notícia aos ouvidos de Davi: “Abençoou o Senhor a casa de Obede-Edom, e tudo quanto tem, por causa da arca de Deus…” (II Sm 6:12).

  11. A SHEKINAH DE DEUS NA CASA DE OBEDE-EDOMQuando a Arca, que é a presença de Deus, chega à casa de Abinadabe, com o passar do tempo ele e seus filhos se acostumam com a presença de Deus, e quando isso acontece, passam a não dar mais o devido valor naquilo que é valioso, sem preço, a SHEKINAH DO SENHOR.

  12. Mas quando na casa de Obede-Edom, ele procura dar o devido valor a Shekinah, a colocando em local de destaque. Penso que quando Obede-Edom se levantava, se é que conseguia dormir, a primeira coisa que fazia era ir ver a Arca em sua sala e se curvava para se aproximar, e sua esposa fazia o mesmo.

  13. Também quando ele chegava de seus trabalhos ele logo ia orar ao Deus de Israel diante da Arca, e sempre que passava pela sua sala lá estava ela, a presença de Deus bem no meio de sua sala. Havia uma grande reverência para com a Shekinah do Senhor na casa de Obede-Edom, algo que não vemos mais com tanta freqüência no meio das igrejas de hoje, pois mais nos parecemos com a casa de Abinadabe, do que com a casa de Obede-Edom.

  14. Vendo Deus que havia uma reverência pela sua SHEKINAH, Ele começa a agir na casa do escravo edomita que era natural de Gate. E assim aconteceu durante três meses.

  15. O PRIMEIRO MÊS A ÁREA SENTIMENTAL

  16. O primeiro mês foi lindo, pois Deus concerta a vida de Obede-Edom e sua esposa.A presença de Deus deve estar nas estruturas, e a vida amorosa, sentimental e sexual daquele casal é abalada pela presença de Deus. Antes, tudo que ele sentia pela sua esposa era pena, desprezo, indiferença, agora um amor extremo começa a renascer entre os dois.

  17. Você consegue imaginar a alegria de Obede-Edom em voltar para casa depois de um dia de trabalho, e mesmo a sua roça não dando nada, e seus animais também inférteis nada produzindo, Obede-Edom sorria, pois algo voltou a brotar em seu coração, e isso ele sabia que devia a poderosa SHEKNAH DO SENHOR.

  18. Agora sua esposa começa a lhe gerar filhos, filhos estes que veremos mais a frente. Ela lhe dá aquilo que todo pai queria: filhos para sua posteridade, agora ele já não seria humilhado por esta deficiência. E Obede-Edom começa a reverenciar ainda mais a SHEKINAH DO SENHOR em sua casa.

  19. O SEGUNDO MÊS ÁREA FÍSICA

  20. Trinta dias se passaram e entramos no segundo mês onde já com a sua vida sentimental restaurada, Jeová passa a agir na vida física ou material, e então um belo dia Obede-Edom chega em casa com muitas espigas de milho em uma sacola e um carneirinho nos braços. Sua esposa vendo aquilo quase não acredita e pergunta: O QUE É ISSO MEU MARIDO? E ele responde: SÓ PODE SER A SHEKINAH DO SENHOR!

  21. Obede-Edom e sua esposa já haviam percebido que a presença de Deus que estava em sua casa realizava maravilhas. E seus animais começaram a se reproduzirem, e sua terra começou a germinar, e ele começou a ficar próspero. Deus estava dando para um escravo edomita, natural de Gate uma riqueza que ele ainda não havia provado, por que o que você conquista está sujeito a acabar, mas o que Deus dá ninguém toma e nem se acaba.

  22. O TERCEIRO MÊS A ÁREA ESPIRITUAL

  23. Aquele que era desprezado, agora é destacado, aquele que era o menor agora esta entre os maiores, o escravo foi abençoado, o pobre ficou rico.No terceiro mês um amor extraordinário invadiu os corações de Obede-Edom e sua esposa, pois eles não mais conseguiam sair de perto da Arca do Senhor, e nesse momento Deus começa a mudar a vida espiritual daquele casal.

  24. Hoje as pessoas vão aos chamados “cultos ao Senhor” e ficam olhando o relógio, desejando irem embora, não há mais amor pela presença de Deus, e pior, saem dos “cultos” e nem se lembram mais o que aconteceu lá dentro, e ainda pedimos para que Deus derrame sua Shekinah.

  25. O SEGREDO DE OBEDE-EDOMCerto dia, quando Obede-Edom estava na roça, ele ouve um sons como de muitos cavalos, e na porta da cozinha um grito chamando por ele, era a sua esposa. Obede-Edom vem correndo largando tudo para traz e ao chegar era o rei Davi.Davi olha para Obede-Edom e diz ter ficado sabendo que Deus tinha abençoado tudo quanto ele tinha e o rei Davi completa dizendo que iria levar a Arca do Senhor. Obede-Edom naquele momento diz algo ao rei com toda coragem:__ Rei meu! A Arca do Senhor vai contigo, mas eu irei junto da Arca.

  26. Obede-Edom tomou uma decisão e com certeza sua esposa concordou. Eles iriam deixar tudo para estarem perto da SHEKINAH DO SENHOR. Esse é o segredo de Obede-Edom ele está sempre perto da SHEKINAH DO SENHOR.Outrora, um escravo edomita, pobre inimigo de Israel, descendente de Esaú, que negou a benção, e natural da cidade de Gate, de onde veio o inimigo gigante de Israel, mas agora um rico fazendeiro próspero e abençoado que deixava tudo para traz para andar junto da SHEKINAH DO SENHOR.

  27. OBEDE EDOM UM ADORADOR.

  28. PRIMEIRO ATO DE UM ADORADOR Em I Crônicas 15: 17 e 18 Aqui vemos que Obede-Edom se tornou um porteiro do Santuário do Senhor. Ele amava tanto a Shekinah que pediu ao rei Davi que o deixasse ficar perto da Arca, e então ele se faz um porteiro, que agora ainda que pelas frestas das portas ele contemplasse a Presença de Deus. Hoje muitos querem começar lá de cima, querem subir nos púlpitos pisando em seus irmãos, ao invés de começarem pelo começo.

  29. SEGUNDO ATO DE UM ADORADOR Em I Crônicas 15: 19 a 21, são enumerados e contados agora os músicos que tocavam diante da Arca do Senhor e lá aparece Obede-Edom entre eles. Ele que era um “Zé ninguém” agora pediu para ser um músico, aprendendo a tocar uma harpa. Creio que pelo esforço possa ser até o rei Davi que o tenha ensinado. Não despreze sua função, ainda que lhe pareça a menor, pois o crescimento só virá através de sua fidelidade ao Senhor. É por isso que Jesus disse que o Pai procura verdadeiros adoradores que o adorem em espírito e em verdade. Saiba de uma coisa, você não precisa que seu pastor te veja que seu líder te veja, mas todos nós precisamos somente que o Senhor nos veja o adorando.

  30. TERCEIRO ATO DE UM ADORADOR I Crônicas 15: 24 Mais uma vez Obede-Edom é visto, só que agora não como um músico que tocava diante da Arca do Senhor, mas agora ele é um guardião da Arca do Senhor. Ele está a todo tempo perto daquilo que mudou de uma vez por todas a sua vida, a SHEKINAH DO SENHOR. Muitos te discriminam por ter vindo de uma terra pobre, ou por que seu sobre nome não é conhecido, mas isso não importa. Se chamar Obede-Edom, era agora um orgulho e não mais uma vergonha. Seja você mesmo, mas seja um adorador da SHEKINAH DO SENHOR, pois no momento certo Ele, o Senhor te exaltará, e te colocará em local de destaque.

  31. QUARTOATO DE UM ADORADOR Veja I Crônicas 16: 4 e 5 Agora se colocaram alguns Ministros para adorarem e levarem todos a adorarem, e entre os ministro aparece ele, Obede-Edom, que deixou de ser um guardião da Arca e passou a ser um Ministro de adoração, liderado por Asafe. Veja a persistência de um adorador que realmente ama a SHEKINAH DO SENHOR, e se importa com ela, e talvez você mude sua vida e procure abraçar o segredo que mudou a vida de Obede-Edom.

  32. QUINTO ATO DE UM ADORADOR I Crônicas 16: 37 e 38 Agora o incansável adorador que era liderado por Asafe, deixa de ser somente um Ministro de adoração e passa a ser um líder de sessenta e oito pessoas (68), você entendeu? Aquele por quem não se dava nada, agora é grande na presença da obra e da SHEKINAH DO SENHOR, O verdadeiro adorador é insaciável. Venha e ainda que você seja um “Obede-Edom” onde você está, levante e busque a Presença de Deus.

  33. SEXTO ATO DE UM ADORADOR II Crônicas 25: 24- A confiança de um adorador não tem preço, pois vemos que Obede-Edom se tornou um tesoureiro do ouro e da prata que pertenciam ao Santuário. Dentre todas as pessoas ali junto ao rei Davi, o escolhido para controlar o tesouro do santuário foi Obede-Edom, e pasme você no que vou lhe informar agora. Segundo estudos o tesouro do Santuário do Senhor que estava sob a responsabilidade de Obede-Edom corrigidos para nossos dias chegaria a cerca de S$3.000.000.000,00 (três bilhões de dólares).

  34. OS FILHOS DE OBEDE-EDOM Mesmo na penumbra da solidão daquela estrada, vivendo na pobreza e na miséria ele clamava ao Deus do céu e da terra, e isso ele mostra no seu fruto, pois veja que foram seus filhos depois da SHEKINAH DO SENHOR entrou em sua casa.

  35. Os filhos de Obede-Edom e seus nomes:Semaías - Ouvido por Jeová;Jozabade – Jeová quem me deu;Joá – Jeová é meu irmão;Natanael – Meu amigo é Deus;Amiel – existe recompensa;Issacar – Portador do salário.

  36. CONCLUSÃO O que importa para Deus é um coração sedento da sua Presença. No começo Obede-Edom não era ninguém, parecia esquecido, mas os olhos de Deus que percorre toda terra estavam sobre ele e sua amada esposa. Ele foi um grande adorador da SHEKINAH DO SENHOR. Eu e você também podemos ser como Obede-Edom, basta desejarmos a SHEKINAH DO SENHOR em nossas casas.

  37. O segredo foi revelado: Desejar a Shekinah!!