Equipe multiprofissional de terapia nutricional - PowerPoint PPT Presentation

equipe multiprofissional de terapia nutricional n.
Download
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Equipe multiprofissional de terapia nutricional PowerPoint Presentation
Download Presentation
Equipe multiprofissional de terapia nutricional

play fullscreen
1 / 18
Download Presentation
Equipe multiprofissional de terapia nutricional
339 Views
leola
Download Presentation

Equipe multiprofissional de terapia nutricional

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Equipe multiprofissional de terapia nutricional Prof. Dra. Carla B. Nonino Borges

  2. Terapia Nutricional Avanços da terapia nutricional nas últimas décadas, A desnutrição continua sendo comum em pacientes hospitalizados, com prevalência entre 30% e 65%, Pode estar presente no momento da admissão hospitalar ou desenvolver-se no decorrer da internação.

  3. Terapia Nutricional Traumatismos Infecções graves Situações de risco nutricional na internação Instabilidade hemodinâmica Grandes cirurgias Interação droga-nutriente Restrição de oferta hídrica Diminuição da absorção

  4. Terapia Nutricional Pouca atenção dos profissionais de saúde ao cuidado nutricional Falta de avaliação nutricional, Indicação inadequada, Monitoração pouco freqüente , Desnutrição

  5. Equipe multiprofissional de TN O trabalho conjunto de especialistas com formações distintas permite integrar, harmonizar e complementar os conhecimentos e habilidades para cumprir o objetivo proposto: Identificar, intervir e acompanhar o tratamento dos distúrbios nutricionais.

  6. Regulamentação pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA): Obrigatória nos hospitais brasileiros, Portarias. Equipe multiprofissional de TN

  7. Atribuições da EMTN: Definir metas técnico-administrativas, Realizar triagem e vigilância nutricional, Avaliar o estado nutricional, Indicar terapia nutricional e metabólica, Assegurar condições ótimas de indicação, prescrição, preparação, armazenamento, transporte, administração e controle dessa terapia, Equipe multiprofissional de TN

  8. Atribuições da EMTN: Criar protocolos, Analisar o custo e o benefício, Traçar metas operacionais da EMTN. Equipe multiprofissional de TN

  9. Estados Unidos (1991): EMTN em 29 % dos hospitais (1680 hospitais). Alemanha: EMTN em 6% dos hospitais (833 hospitais), Reino Unido EMTN em 37 % dos hospitais . Estados do Rio de Janeiro e São Paulo (1997): EMTN em 20 % dos hospitais (232 hospitais dos estados de SP e RJ). Equipe multiprofissional de TN

  10. Na ausência: A avaliação nutricional é feita em 3% a 7% dos pacientes hospitalizados, Na presença : A avaliação ocorre em 37% a 68% dos doentes. Equipe multiprofissional de TN ChrisAnderson D, et al. JPEN 1996; PNG DJC, et al. Int J Clin Pract 1997; Mayfield SR, et al. Semin Perinatol.1989.

  11. Pacientes acompanhados pela equipe: Redução na morbidade, Otimização no recebimento de nutrientes, Diminuição significativa de complicações gastrointestinais e alterações metabólicas. Menor incidência de infecção de cateter, Menor número de cateter removidos por suspeita de sepse. Equipe multiprofissional de TN Payne-James et al. Nutrition 1997. Leite HP, et al. Rev Nutr 2005.

  12. Vantagens de formação da Comissão de Nutrição Parenteral, com a respectiva padronização das soluções nutritivas parenterais. Equipe multiprofissional de TN Marchini JS, et al. Rev. Med 1998.

  13. Diminuição do desperdício, por erros de cálculo, das necessidades diárias de cada paciente, Diminuição da quantidade de manipulações de soluções parenterais pelo Serviço de Farmácia, Equipe multiprofissional de TN Marchini JS, et al. Rev. Med 1998.

  14. Maior do controle de qualidade dos nutrientes administrados, Controle mais eficaz do consumo e dos gastos com a NP, Abolição dos efeitos colaterais por uso inadvertido de nutrientes. Excesso de potássio. Equipe multiprofissional de TN Marchini JS, et al. Rev. Med 1998.

  15. Por que o número de EMTN nos hospitais está abaixo do requisito estabelecido por lei? Equipe multiprofissional de TN

  16. Por que o número de EMTN nos hospitais está abaixo do requisito estabelecido por lei? A atuação dessa equipe é um fato inovador e requer tempo para adaptação do corpo clínico envolvido no cuidado dos pacientes. Inicialmente podem ocorrer problemas de aceitação da EMTN , Para a atuação ser efetiva, é necessária a convivência harmoniosa entre essa equipe e o corpo clínico e assistencial. Equipe multiprofissional de TN Leite HP, et al. Rev Nutr 2005.

  17. Por que o número de EMTN nos hospitais está abaixo do requisito estabelecido por lei? A pouca informação sobre nutrição durante a graduação pode acarretar desinteresse por essa área, Essa observação pode ser estendida ao nutricionista, que habitualmente não tem experiência com NP. Quadro deficiente de nutricionistas atuando na área clínica, Equipe multiprofissional de TN Leite HP, et al. Rev Nutr 2005.

  18. Por que o número de EMTN nos hospitais está abaixo do requisito estabelecido por lei? Pouca ênfase ao trabalho em equipe durante a graduação e pós-graduação, O trabalho em conjunto deveria ser mais explorado ao formar os profissionais que irão para o ensino e para a assistência. Equipe multiprofissional de TN Leite HP, et al. Rev Nutr 2005.