Download
slide1 n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
SISTEMA NERVOSO PowerPoint Presentation
Download Presentation
SISTEMA NERVOSO

SISTEMA NERVOSO

173 Vues Download Presentation
Télécharger la présentation

SISTEMA NERVOSO

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. SISTEMA NERVOSO Prof. Alex Costa

  2. “O sistema nervoso é o mais complexo e diferenciado do organismo, sendo o primeiro a se diferenciar embriologicamente e o último a completar o seu desenvolvimento”

  3. FUNÇÕES BÁSICAS • Função Integradora => Coordenação das funções do vários órgãos (↑Pressão arterial→↑Filtração Renal e ↓Freq. Respirat.) • Função Sensorial => Sensações gerais e especiais. • Função Motora => Contrações musculares voluntárias ou • Involuntárias • Função Adaptativa => Adaptação do animal ao meio ambiente (sudorese, calafrio)

  4. DIVISÃO DO SISTEMA NERVOSO SOB O PONTO DE VISTA ANATÔMICO CÉREBRO ENCÉFALO ...... CEREBELO MESENCÉFALO S.N.C TRONCO ENCEFÁLICO PONTE BULBO MEDULA ESPINHAL . NERVOS ...... ESPINHAIS e CRANIANOS S.N.P GÂNGLIOS TERMINAÇÕES NERVOSAS

  5. SOB O PONTO DE VISTA FISIOLÓGICO SISTEMA NERVOSO SOMÁTICO AFERENTE (SENSITIVO)...................... Exteroceptores EFERENTE (MOTOR).............................Músculo Esquelético SISTEMA NERVOSO VISCERAL AFERENTE (SENSITIVO).......................Viscereceptores EFERENTE ( MOTOR).......Músculos liso, cardíaco e glândulas ==> S.N.A

  6. ======= NEURÔNIO ====== Estrutura => Corpo celular, prolongamentos (maior e menores)

  7. ======= NEURÔNIO ====== ===== direção do impulso nervoso ======

  8. ======= NEURÔNIO ====== ===== MIELINA=====

  9. ======= NEURÔNIO ====== ======NÓDULOS DE RANVIER======

  10. RN 1m 3m 6m 15m 24m

  11. === NEURÔNIOS=== Quanto à posição NEURÔNIO AFERENTE Conduz o impulso nervoso do receptor para o SNC. Responsável por levar informações da superfície do corpo para o interior. Relaciona o meio interno com o meio externo. NEURÔNIO EFERENTE Conduz o impulso nervoso do SNC ao efetuador (músculo ou glândula). NEURÔNIO INTERNUNCIAL OU DE ASSOCIAÇÃO Faz a união entre os dois tipos anteriores. O corpo celular deste está sempre dentro do SNC. http://www.afh.bio.br/nervoso/nervoso2.asp#neurotransmissores

  12. ======= NEURÔNIO ====== Quanto à velocidade de condução TIPO A => Grande calibre mielinizadas. Alfa => proprioceptores dos músculos esqueléticos Beta => mecanorreceptores da pele (Tato) Gama => dor e frio TIPO B => Médio calibre - pré-ganglionares do SNA. TIPO C => Pequeno calibre - pós-ganglionares do SNA. Quanto maior o calibre.......... Maior a velocidade de condução

  13. CÉLULAS DA GLIA • São células lábeis capazes de exercer uma importância vital aos neurônios, sendo a principal função a Nutrição. • Não produzem potencial de ação. • ASTRÓCITOS ....................... Nutrição e metabolismo • MACRÓGLIA • CÉLULAS EPENDIMÁRIAS ........Revestimento dos • Ventrículos cerebrais e do canal espinhal • OLIGODENDRÓLIA .................. Síntese de mielina • MICRÓGLIA • HORTEGÁGLIA .................. Células de limpeza

  14. CÉLULAS DA GLIA http://www.afh.bio.br/nervoso/nervoso2.asp#neurotransmissores

  15. SINAPSES São pontos de união entre as células nervosas e entre estas e as células efetoras (Músculo ou Glândula). Imagem: CÉSAR & CEZAR. Biologia 2. São Paulo, Ed Saraiva, 2002 http://www.afh.bio.br/nervoso/nervoso2.asp#neurotransmissores

  16. SINAPSES QUANTO A LOCALIZAÇÃO. ........ CENTRAIS => Localizadas no cérebro e medula espinhal ......... PERIFÉRICAS => Gânglios e placas motoras QUANTO A FUNÇÃO......................EXCITATÓRIAS .......................INIBITÓRIAS QUANTO AS ESTRUTURAS ENVOLVIDAS ........... AXO-SOMÁTICA ........... AXO-DENDRÍTICA ........... AXO-AXÔNICA ........... DENDRO-DENDRÍTICAS ........... AXO-SOMÁTICA-DENDRÍTICA

  17. NEUROTRANSMISSORES São substâncias encontradas em vesículas próximas as sinapses, de natureza química variada, que ao serem liberadas pela fibra pré-sináptica na fenda sináptica estimulam ou inibem a fibra pós-sináptica. CLASSE I .......... Acetil colina Noradrenalina (neurônios pós-ganglionares) CLASSE II .....................................Adrenalina (medula da adrenal e cérebro) Dopamina Serotonina (TIROSINA →DOPA→ DOPAMINA →NORADRENALINA→ ADRENALINA) GABA CLASSE III ...............AMINOÁCIDOS Glicina Glutamato CLASSE IV ............................ PEPTÍDEOS HIPOTALÂMICOS, HIPOFISÁRIOS, DE AÇÃO INTESTINAL E CEREBRAL e OUTROS

  18. EVENTOS ELÉTRICOS NA CÉLULA NERVOSA • POTENCIAL DE REPOUSO • é o potencial de membrana antes que ocorra a excitação da célula nervosa. • é o potencial gerado pela bomba de Na+ e K+ que joga 3 Na+ para fora e 2 K+ para dentro contra os seus gradientes de concentração => -75 mV Imagem: www.octopus.furg.br/ensino/anima/atpase/NaKATPase.html 

  19. EVENTOS ELÉTRICOS NA CÉLULA NERVOSA POTENCIAL DE AÇÃO DESPOLARIZAÇÃO REPOLARIZAÇÃO HIPERPOLARIZAÇÃO http://www.clubedoaudio.com.br/fis3.html

  20. EVENTOS ELÉTRICOS NA CÉLULA NERVOSA PROPAGAÇÃO DO IMPULSO geocities.yahoo.com.br/jcc5001pt/museuelectrofisiologia.htm#impulsos 

  21. Condução do impulso nervoso Sentido: dendrito  corpo celular  axônio Estado de repouso: neurônio polarizado Na+ K+ Alta [ ] de Na+ e baixa [ ] de k+ no meio extracelular Baixa [ ] de Na+ e alta [ ] de k+ dentro do axônio

  22. Condução do impulso nervoso Na presença de estímulo – despolarização da membrana, aumento de permeabilidade da membrana pelo Na+ e entrada deste no axônio Na+ K+ + + + + + + + + - - - - - - - - - - + + + + + + - - - - - - - - - - - + + + + + + + + - - - - - - - - + + + + + + + + - - - - - - - - - - + + + + + +

  23. Condução do impulso nervoso Re-polarização da membrana: aumento de permeabilidade da membrana pelo K+ e saída deste no axônio Na+ K+ + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - + + + + + + + + + + + + + + + + + + + + +

  24. Condução do impulso nervoso Bomba de Na+ e K+: restabelece as concentrações de Na+ e K+ dentro e fora do axônio após a passagem do impulso – transporte ativo Na+ K+ Alta [ ] de Na+ e baixa [ ] de k+ no meio extracelular Baixa [ ] de Na+ e alta [ ] de k+ dentro do axônio

  25. Tipos de condução • Contínua: o impulso passa por toda extensão do axônio. Ocorre em neurônios sem bainha de mielina e é mais lenta. • Saltatória: ocorre em neurônios com bainha de mielina, há despolarização da membrana apenas nos nódulos de Ranvier. É mais rápida

  26. Sinapses • Interneuronais: neurônio – neurônio • Neuromusculares: neurônio – músculo • Neuroglandulares: neurônio – célula glandular

  27. Neurotransmissores estão presentes em vesículas na terminação do axônio. Chegada do impulso na terminação resulta na liberação dos neurotransmissores na fenda sináptica Os neurotransmissores atingem o outro neurônio desencadeando impulso nervoso

  28. Telencéfalo

  29. Córtex cerebral massa cinzenta  presença de corpos de neurônios Medula cerebral massa branca  presença de axônios

  30. Telencéfalo compreende os dois hemisférios cerebrais direito e esquerdo. • São separados por uma fissura longitudinal do cérebro, cujo assoalho é formado por uma larga faixa de fibras comissurais, o corpo caloso. • Que é a principal meio de união entre os dois hemisférios.

  31. Giros, Fissuras , Sulcos e Lobos do Cérebro • A superfície do cérebro apresenta várias saliências arredondadas denominadas circunvoluções ou giros. Separando os giros existem depressões. As depressões profundas são denominadas Fissuras. A mais rasas, sulcos. • Todavia, os locais de deteminadas fissuras e sulcos são constantes o suficiente para servirem de pontos de referência através dos quais cada hemisfério pode ser dividido em lobos: frontal, parietal, temporal e occipital.

  32. Fissura longitudinal do cérebro • É uma depressão profunda que se estende até o corpo caloso, na região central do cérebro. Ela se dirige anterior e posteriormente, dividindo o cérebro em hemisférico direito e esquerdo. Cada hemisfério é posteriormente dividido em um lobo frontal e um lobo parietal.

  33. Dois giros se situam paralelamente ao sulco central: um anterior a ele, o giro pré-cental, e outro posterior, o giro pós-central.

  34. Área Motora Primária • Esta localizada no giro pré-central do lobo frontal, anteriormente ao sulco central. Uma vez que os neurônios nesse firo controlam as contrações conscientes e voluntárias. • Originando-se no giro pré-central existem fibras nervosas motoras denominadas tracto piramidal .

  35. Área Pré-Motora • Localizado logo anteriormente a área motora primária. Os neurônios da área pré-motora determinam a contração de grupos musculares em uma seqüência especifica, produzindo, desta forma, movimentos estereotipados.

  36. Área Sensitiva Primária • Localizada posteriormente ao sulco central no giro pós-central do lobo parietal. • Nesta área encontram-se as terminações das vias sensitivas que transportam informações de sensibilidade geral relativas a temperatura, tato, pressão, dor e etc.

  37. Áreas dos Sentidos Especiais • A área visual primária está localizada na porção posterior do lobo occipital. Situada ao longo da margem superior do lobo temporal , está a área auditiva primária. A área referente ao sentido do olfato, a área olfatória primária, se localiza sobre a superfície medial do lobo temporal. A área gustativa primária está localizada no lobo parietal, próxima a parte mais inferior do giro pós-cental.

  38. Área de Associação • Circundando essas áreas primárias sensitivas e motoras existem várias áreas de associações contendo neurônios que interconectam as diversas áreas motoras e sensitivas. • A área de associação frontal • A área de associação somática

  39. Núcleos de base • Localizados profundamente no interior de cada hemisfério cerebral existem várias massa de substâncias cinzentas e branca. • Proporcional um meio pelo qual os movimentos musculares podem ser precisamente controlados. Desarranjos nos núcleos resultam em contrações involuntárias associados com o mal de Pardinson

  40. Meninges • Todo sistema nervoso central está envolvido por três camadas de tecidos conjuntivos denominadas meninges. As meninges estão composta pela dura-máter, a aracnóide e a pia-máter.

  41. Dura-máter • É a meninge mais externa. Ela é uma membrana resistente e espessa. • A camada externa da dura-máter adere intimamente aos osssos do crânio .