html5-img
1 / 16

Escoamentos exteriores

Escoamentos exteriores. Matéria : Escoamento em torno de corpos não-fuselados. Aplicação ao desporto: bolas com efeito de spin . Escoamento em torno de perfis: sustentação e entrada em perda. Meio tubo. Meio Cilindro. Triângulos equiláteros. Placa transversal. Quadrado. 2,0.

selia
Télécharger la présentation

Escoamentos exteriores

An Image/Link below is provided (as is) to download presentation Download Policy: Content on the Website is provided to you AS IS for your information and personal use and may not be sold / licensed / shared on other websites without getting consent from its author. Content is provided to you AS IS for your information and personal use only. Download presentation by click this link. While downloading, if for some reason you are not able to download a presentation, the publisher may have deleted the file from their server. During download, if you can't get a presentation, the file might be deleted by the publisher.

E N D

Presentation Transcript


  1. Escoamentos exteriores • Matéria: • Escoamento em torno de corpos não-fuselados. • Aplicação ao desporto: bolas com efeito de spin. • Escoamento em torno de perfis: sustentação e entrada em perda. . Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST

  2. Meio tubo Meio Cilindro Triângulos equiláteros Placa transversal Quadrado 2,0 CD de diversos corpos 2D (White – Tabela 7.2) 1,2 1,2 1,6 2,3 1,7 2,0 2,1 Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST

  3. Copo Páraquedas Pessoa média Disco Cubo 1,17 CD de diversos corpos 3D (White – Tabela 7.2) 0,4 CDA=0,836m2 1,2 1,4 CDA=1,115m2 1,07 Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST

  4. CD de corpos 2D e 3D • Quanto maior a esteira maior CD • Corpos 2D com formas semelhantes têm mais resistência que corpos 3D • Corpos com arestas vivas têm CD pouco afectado pelo número de Reynolds. Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST

  5. Esfera com rotação • Para que lado roda a esfera? De que lado há menor pressão? Há forças transversais sobre a esfera? Como será a sua trajectória? À força transversal chama-se SUSTENTAÇÃO, à longitudinal RESISTÊNCIA Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST

  6. Escoamento em torno de perfis • Sequências do MFM: • Dynamics/Dependence of Forces on Re and Geometry/Lift and Drag forces • Boundary Layer/Separation/Leading edge separation Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST

  7. Escoamento em torno de perfis • Baixa curvatura das linhas de corrente –> gradientes de pressão adversos baixos: não há separação Resistência de atrito (ou viscosa) dominante e pequena Perfil simétrico com ângulo de incidência nulo (Re7000) Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST

  8. Escoamento em torno de perfis • Curvatura das linhas de corrente elevada –> pressão mínima baixa –> gradientes de pressão adversos elevados: separação Resistência de forma dominante (e alta) Ângulo de ataque de 5º (Re7000) - mesmo perfil Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST

  9. Entrada em perda – depende Re  - Ângulo de ataque Escoamento em torno de perfis • Curvas aerodinâmicas de perfis: Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST

  10. Definição de um perfil • c – corda (une os bordos de ataque e fuga) • t – espessura máxima (medida perpendicular à corda c) • h – curvatura máxima (desvio máximo da linha central em relação à corda) h t c Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST

  11. Coeficiente de sustentação CL para asa infinita e escoamento invíscido •  - ângulo de ataque (escoamento) h t c Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST

  12. Escoamentos exteriores • Incluir: • Curvas de Cp em função de x para o intradorso e o extradorso • Efeitos 3D. • Resoluções problemas. . Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST

  13. Escoamentos exteriores • Matéria: • Escoamento em torno de corpos não-fuselados. • Aplicação ao desporto: bolas com efeito de spin. • Escoamento em torno de perfis: sustentação e entrada em perda. . Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST

  14. Escoamentos exteriores • Bibliografia: • White – Fluid Mechanics: Última parte cap. 7 Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST

  15. Problema 3 do 1º teste de 2007/8 • Automóvel a gasolina em auto-estrada: • Distância percorrida: 10 km • Inclinação média: - 3% (descida) • Af (área da secção frontal do veículo) = 2,1 m2 • CD (coeficiente de resistência aerodinâmica) = 0,32 • Massa: 1250 kg • Rendimento global do sistema de propulsão =18% (energia útil nas rodas/PCI do combustível) • Poder calorífico inferior do combustível: 32 MJ/litro Desprezando a resistência de rolamento e para um dia sem vento, sabendo que o automóvel se desloca a 120 km/h, calcule: • A potência nas rodas do automóvel; • O consumo total de combustível para completar a viagem de 10 km. Num dia com vento desfavorável (de frente) de 20 km/ h em que a viagem é realizada a 120 km/h calcule: • c) O aumento percentual de consumo relativamente à situação sem vento. Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST

  16. Problema • Um avião pesa 180 kN e tem uma área de asa de 160 m2 e uma corda média de 4 m. Se o avião se deslocar a 250 milhas/h a uma altitude de 3000 m numa atmosfera standard, qual a potência propulsora necessária para vencer a resistência aerodinâmica das asas? • Que distância máxima pode percorrer sem motor? As propriedades do perfil aerodinâmico da asa. Mecânica dos Fluidos II Prof. António Sarmento - DEM/IST

More Related