Download
slides de apoio ao livro n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Slides de apoio ao livro PowerPoint Presentation
Download Presentation
Slides de apoio ao livro

Slides de apoio ao livro

585 Vues Download Presentation
Télécharger la présentation

Slides de apoio ao livro

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Slides de apoio ao livro Todo o conteúdo dos slides está apresentado no livro As Decisões de Investimentos, publicado pela Editora Atlas. Adriano Leal Bruni albruni@infinitaweb.com.br

  2. Capítulo 1 Conceitos iniciais,HP 12C e Excel

  3. Para fixar o aprendizado Todo o conteúdo dos slides está apresentado com maior profundidade no Capítulo 1 do livro As Decisões de Investimentos, publicado pela Editora Atlas. Para adquirir o livro visite: www.atlasnet.com.br

  4. Bibliografias auxiliares Livros Matemática Financeiracom HP12C e Excel e A Matemática das Finanças Editora Atlas

  5. Três objetivos do capítulo • Entender o processo de avaliação de investimentos • Conhecer o funcionamento da calculadora HP 12C • Conhecer alguns recursos financeiros do Excel

  6. Técnicas Decisões financeiras e objetivo Maximizar valor ou riqueza Ativos Investimentos Passivos Financiamentos Capítulo 2 Capítulo 3 FCL CMPC Capítulos 4, 5, 6 e 7 FCL = Fluxo de Caixa Livre CMPC = Custo Médio Ponderado de Capital

  7. Entendendo a HP 12C Modelo tradicional Dourado . Modelo novo, prateado

  8. Algumas características … • RPN • Pilhas de registradores

  9. Jan Lukasiewicz • Lógico e matemático polonês • Uma idéia genial! • Simplificar a notação matemática para facilitar as contas em máquinas!

  10. Uma lógica reversa … R eversa P olonesa N otação

  11. Alguns exemplos … Álgebra convencional … Soma de 235 e 121 356 235 + 121 = Instrução Operador Operandos Notação polonesa … 356 235 121 + ENTER Operador Instrução Operandos

  12. Observação importante • A HP 12C não tem a tecla = A notação polonesadispensa seu uso

  13. Resolva na HP12C … • 45 – 23 • 36/4 + 3 • 5 x (7-2) • 45 + (-21) 45 [Enter] 23 [-] Visor => 22 36 [Enter] 4 [/] 3 [+] Visor => 12 5 [Enter] 7 [Enter] 2 [-] [x] Visor => 25 45 [Enter] 21 [CHS] [+] Visor => 24

  14. A pilha de registradores • Registradores que processam as operações Clear X Limpa o registrador X Visor: Registrador X

  15. O funcionamento da pilha 8 Enter 4 8 + 8 4 12

  16. Operações com a pilha Limpa o registrador X Troca X por Y Rola a pilha para baixo CLEAR Limpa a memória

  17. Funções especiais • Azuis • Amarelas

  18. Funções especiais amarelas Apenas teclas amarelas

  19. O primeiro passo de sempre • Limpa a memória da calculadora CLEAR

  20. Funções especiais azuis Apenas teclas azuis

  21. Usando funções algébricas • Calcula o logaritmo neperiano

  22. Funções essenciais Funções financeiras Serão discutidas com maiorprofundidade a partir deJuros Compostos

  23. Funções financeiras da HP 12C • [n]: calcula o número de períodos • [i]: calcula a taxa de juros • [PV]: calcula o valor presente • [PMT]: calcula a prestação • [FV]: calcula o valor futuro • [CHS]: troca o sinal

  24. Matemática financeira no … Excel

  25. Funções variadas • =VP() • =VF() • =NPER() • =TAXA() • =PGTO()

  26. Três resultados do capítulo • Entendemos o processo de avaliação de investimentos • Conhecemos o funcionamento da calculadora HP 12C • Conhecemos alguns recursos financeiros do Excel

  27. Capítulo 2 Fluxos de CaixaFuturos

  28. Para fixar o aprendizado Todo o conteúdo dos slides está apresentado com maior profundidade no Capítulo 2 do livro As Decisões de Investimentos, publicado pela Editora Atlas. Para adquirir o livro visite: www.atlasnet.com.br

  29. Bibliografias auxiliares Livros Matemática Financeiracom HP12C e Excel e A Matemática das Finanças Editora Atlas

  30. Quatro objetivos • Conceituar fluxo de caixa livre • Destacar a importância da análise dos conceitos: incrementos, livres de impostos e custo de oportunidade • Analisar a venda de imobilizado • Projetar fluxos de caixa livre

  31. Técnicas Relembrando … decisões … Maximizar valor ou riqueza Ativos Investimentos Passivos Financiamentos Neste capítulo … FCL CMPC FCL = Fluxo de Caixa Livre CMPC = Custo Médio Ponderado de Capital

  32. Para pensar … "Algo como o mau tempo, na verdade, não existe. Existem, sim, vários tipos de bom tempo." John Ruskin

  33. O que é decisão … • No mundo corporativo, há algo vagamente conhecido como “processo decisório”, que são aqueles insondáveis critérios adotados pela alta direção da empresa para chegar a decisões que o funcionário não consegue entender. Tudo começa com a própria origem da palavra ‘decisão’, que se formou a partir do verbo latino caedere (cortar). Dependendo do prefixo que se utiliza, a palavra assume um significado diferente: ‘incisão’ é cortar para dentro, ‘rescisão’ é cortar de novo, ‘concisão’ é o que já foi cortado, e assim por diante. E dis caedere, de onde veio ‘decisão’, significa ‘cortar para fora’. Decidir é, portanto, extirpar de uma situação tudo o que está atrapalhando e ficar só com o que interessa. Fonte : Gehringer, M. (2002). O que é decisão.Revista Você S.A., janeiro de 2002, p. 106.

  34. Conceito de investimento … Sacrificiozinho hoje … Para ter um dinheirão amanhã …

  35. E a decisão financeira? Ganhos?

  36. Fluxo de Caixa! Ganhos em Finanças? Lucros?

  37. O que importa é o caixa! O lucro, dentro de critérios perfeitamente adequados, pode ser manipulado. Caixa não tem jeito. Como dizem em Wall Street, lucro é opinião; caixa é fato. Fonte : Antônio Manfredini, professor da EAESP-FGV, jornal Gazeta Mercantil, 24/09/2001, relatório “As Empresas Dinâmicas”, p. 01.

  38. A resposta … Analise o dinheiro no tempo!!! Fluxos de caixafuturos

  39. Movimentações de $ Tempo Fluxos de caixa futuros ValorResidual Quanto eu ganharei durante a operação? Quanto eu ganharei ao encerrar a operação? FluxosIncrementais InvestimentoInicial Quanto eu investireihoje na operação?

  40. Aspectos importantes … • Incrementos • Custo de oportunidade • Livres de impostos

  41. Um exemplo didático • Com o objetivo de aumentar a sua renda, um pequeno fazendeiro resolve montar uma pequena fábrica de queijos e manteiga na sua propriedade, aproveitando o leite que produzia e vendia.

  42. Custo do leite Qual o custo do leite empregado na produção de queijos e manteiga? Sem documentação,não é possível registrar Custo de oportunidade Custo é igual àreceita perdida devendas

  43. Um exemplo didático • Em decorrência do sucesso do laticínio o fazendeiro resolve industrializar as goiabas da propriedade que eram sempre perdidas, já que sua comercialização in natura era impossível. Qual o custo das goiabas?

  44. Outro exemplo • Comprei um carro por $5.000,00 ontem • Hoje percebi que carros similares ao meu são vendidos por $8.000,00 Qual o valor do carro?

  45. Valor do carro $5.000,00 $8.000,00

  46. Incrementos • Um equipamento industrial apresenta um custo de manutenção periódica mensal fixa igual a $4 mil e uma ociosidade igual a 50%. A empresa pensa em usar uma parte da ociosidade em novos processos. Qual o custo a considerar?

  47. Custo de oportunidade • Alternativa preterida • Um engenheiro resolve montar uma loja de artesanatos, sendo o próprio gerente. Qual o custo dessa mão-de-obra? • Uma faculdade resolve criar um curso de micro-informática usando a estrutura ociosa das suas instalações no período matutino e não poderia ser alugada. Qual o custo desse uso?

  48. Livres de impostos • Um equipamento foi comprado há quatro anos por $50 mil, com vida útil de cinco anos. • A alíquota de IR da empresa é igual a 30%. • Se o equipamento for vendido hoje por $25 mil, qual o fluxo de caixa líquido recebido pela empresa?

  49. Venda de imobilizado Valor de venda (-) Custo contábil Resultado não operacional (-) IR Resultado líquido Fluxo de Caixa (+) Entrada (Venda) (-) Saída (IR) Líquido

  50. Analisando a venda • Depreciação = valor / vida útil = 50/5 = $10 mil por ano • Registro do equipamento Custo contábil 10