Download
slide1 n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
ESTADO DE MINAS GERAIS PowerPoint Presentation
Download Presentation
ESTADO DE MINAS GERAIS

ESTADO DE MINAS GERAIS

126 Vues Download Presentation
Télécharger la présentation

ESTADO DE MINAS GERAIS

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. ESTADO DE MINAS GERAIS CENÁRIO DO CÂNCER - MORTALIDADE ESTADUAL - Dr. Natael Ribeiro Malta Neto Oncologista do HRCP

  2. - O PROBLEMA CÂNCER – BRASIL E MINAS GERAIS Taxas Brutas de Mortalidade (100.000), 2005 – SIM: Ambos os sexos • Brasil:80,04 óbitos por 100.000 habitantes da população brasileira. • Minas Gerais:81,89 óbitos por 100.000 habitantes da população mineira Estimativas de Incidência, 2008 – INCA: • Brasil:466.730 casos novos (ambos os sexos) Taxa bruta: 245,47 casos novos por 100.000 homens 241,09 casos novos por 100.000 em mulheres • Minas Gerais:44.420 casos novos (ambos os sexos) Taxa bruta: 224,48 casos novos por 100.000 homens 220,74 casos novos por 100.000 mulheres

  3. A MORTALIDADE POR CANCER - MINAS GERAIS O CÂNCER É A 2ª. CAUSA DE MORTALIDADE NA POPULAÇÃO MINEIRA (SIM, 2005) 14% DE TODAS AS CAUSAS DE MORTE NO ESTADO

  4. A evolução da mortalidade em MINAS GERAIS, 1979 a 2005. Entre o ano inicial e o final, a mortalidade proporcional por câncer passou de 6,50% para 13,69%, ou seja dobrou em Minas Gerais.

  5. (*) valores por 100.000 As taxas brutas de mortalidade estão crescentes, para ambos os sexos, com valores mais elevados no sexo masculino em relação ao feminino. VPR, 1979 a 2005: sexo masculino (+ 64,02%) efeminino: (+50,28% )

  6. Ranking 2005 1. Próstata 2. Estômago 3. Pulmão 4. Esôfago 5. Cólon e Reto Ranking 1979 1. Estomago 2. Pulmão 3. Esôfago 4. Próstata 5. Cólon e Reto

  7. Ranking 2005 1. Mama 2. Pulmão 3. Estômago 4. Cólon e Reto 5. Colo do Útero Ranking 1979 1. Estomago 2. Mama 3. Colo do Útero 4. Cólon e Reto 5.Pulmão

  8. Programa de Controle do Câncer de Colo Uterino Minas Gerais • Início: 1998 (Campanha) • Capacitação gerencial (Secretários Municipais de Saúde) • Capacitação dos profissionais de saúde em coleta • Capacitação dos laboratórios na nova nomenclatura • Implantação do fichário rotativo

  9. Programa de Controle do Câncer de Colo Uterino Resultados alcançados na realização da citologia cérvico-vaginal no Estado de Minas Gerais – Cód SIA 12.01.101-0 Período: 1995 e 2008* Fonte:SisColo/SES/MG

  10. Número municípios X Percentual da meta de exames citopatológicos cérvico-vaginais realizados Código SIA 02.03.01.001-9 Período 2000-2008 Fonte:SisColo/SES/MG

  11. Prevalência Pontual das alterações citológicas compatíveis com HPV, no período de 2000 à 2005, no SUS-MG

  12. Prevalência Pontual das alterações citológicas compatíveis com NIC I, no período de 2000 à 2005, no SUS-MG

  13. Fatores para o sucesso do programa • Abordagem da população alvo Dificuldades: Faixa etária, população rural, fatores culturais, acesso ao serviço de saúde, etc • Fortalecimento das ações de prevenção primária