Download
slide1 n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Certos tons de roxo e rosa pintam o horizonte antes do cair da noite PowerPoint Presentation
Download Presentation
Certos tons de roxo e rosa pintam o horizonte antes do cair da noite

Certos tons de roxo e rosa pintam o horizonte antes do cair da noite

58 Vues Download Presentation
Télécharger la présentation

Certos tons de roxo e rosa pintam o horizonte antes do cair da noite

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Certos tons de roxo e rosa pintam o horizonte antes do cair da noite

  2. E a lua paira no espaço, indiferente àquilo que sucede no pequeno planeta que ela orbita

  3. E nós vamos vivendo as nossas vidas Rotinas, distrações, pequenas tristezas e efêmeras alegrias...

  4. Quais as partes que compõem uma vida? O que é que faz uma vida plena?

  5. A chuva que encharca e ensopa

  6. A manhã de sol e a sua radiante alegria

  7. Somos todos passantes, passageiros nos vagões da existência

  8. Nesta nossa breve vida terrena, contemplamos a paisagem pela janela

  9. A paisagem que continuamente passa O tempo que jamais retorna

  10. Diz-se que a paisagem é um estado de alma...

  11. ...e que a paisagem de fora, a vemos com os olhos de dentro

  12. O rio que passa A montanha que está O céu que continua...

  13. Ter olhos para o alvorecer de um novo dia

  14. E cada um de nós, com os seus próprios desertos a atravessar

  15. Dias e noites Jornadas, caminhadas

  16. A solidão na vastidão do deserto

  17. O calor abrasador, a sede a castigar

  18. Um oásis que, quando menos esperamos, aparece para nos confortar

  19. O revigorante frescor da primeira brisa da manhã

  20. Haverá estrelas no céu quando a noite chegar?...

  21. Pegadas deixadas nas areias do tempo, que em breve o vento apagará

  22. “O deserto é a extremamente dura ausência das coisas,...

  23. ...onde se sente às vezes a demasiadamente doce presença de Deus.” Jean-Yves Leloup

  24. Após atravessar os seus desertos, Abraão ouviu a Voz que lhe dizia:...

  25. “Tire as sandálias dos pés, Pois a terra onde pisas é sagrada...”

  26. Os pés descalços o fizeram sentir o contato com a terra sagrada e com a missão que o esperava

  27. E nós, que percorremos a nossa jornada individual,...

  28. ...saberemos alcançar, feito Abraão, o território sagrado onde a alma enfim repousará?

  29. Saberemos sentir a “demasiadamente doce presença de Deus” nas nossas vidas diárias?

  30. Teremos ouvidos para a Voz que pelo vento sussurra:...

  31. “É o Infinito o teu lar. Aprenda a voar.”

  32. “Aproveite os teus breves dias para aprender a amar...”

  33. As canções do espírito

  34. As melodias de uma alma

  35. A Caridade A Bondade da alma O saber compartilhar

  36. Tudo que é do mundo, o tempo apaga

  37. Há coisas, porém, que são eternas...

  38. A Caridade que praticamos A Generosidade que soubermos manifestar

  39. “Lança teu pão sobre as águas Porque depois de muitos dias o acharás...” Eclesiastes

  40. Bens e dons materiais e espirituais compartilhar

  41. A Compaixão e a Caridade, Ornamentos do coração, Adornos de uma alma

  42. A vida é um sopro A distância entre a menina e seus bisavós é ínfima...

  43. A vida é um sopro A distância entre a menina e seus bisavós é ínfima...

  44. amanhã partirá... Aquele que ontem chegou

  45. Brevidade, outro nome para a vida terrena

  46. é o que nos espera... Eternidade

  47. Os caminhos do coração As veredas de uma alma