Download
institucionaliza o e reorienta o das politicas e programas 2 n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
INSTITUCIONALIZAÇÃO E REORIENTAÇÃO DAS POLITICAS E PROGRAMAS 2 PowerPoint Presentation
Download Presentation
INSTITUCIONALIZAÇÃO E REORIENTAÇÃO DAS POLITICAS E PROGRAMAS 2

INSTITUCIONALIZAÇÃO E REORIENTAÇÃO DAS POLITICAS E PROGRAMAS 2

59 Views Download Presentation
Download Presentation

INSTITUCIONALIZAÇÃO E REORIENTAÇÃO DAS POLITICAS E PROGRAMAS 2

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. INSTITUCIONALIZAÇÃO E REORIENTAÇÃO DAS POLITICAS E PROGRAMAS 2

  2. AVALIAÇÃO DE TECNOLOGIAS SOCIAIS PARA A EFETIVIDADE DA PROMOÇÃO DA SAÚDE E SEGURANÇA ALIMENTAR NA COMUNIDADE DO PARQUE OSWALDO CRUZ, MANGUINHOS, RJ Autores:Maria de Fátima Alencar; Natacha Handam; Simone Cynamon; Antonio Henrique Moraes Quais as dificuldade encontradas no processo avaliativo? Quais as estratégias de sustentabilidade utilizadas na proposta? Em que medida a intervenção ou programa implementado favoreceu ou poderia vir a favorecer a equidade? Como assegurá-la?

  3. AVANÇOS E DESAFIOS DA PROMOÇÃO DA SAÚDE NA PERSPECTIVA DA SEXUALIDADE E SAÚDE REPRODUTIVA DE JOVENS DO SEXO MASCULINO Autores: Maria Rita Macedo; Regina Bodstein Quais as dificuldade encontradas no processo avaliativo? Quais as estratégias de sustentabilidade utilizadas na proposta? Em que medida a intervenção ou programa implementado favoreceu ou poderia vir a favorecer a equidade? Como assegurá-la?

  4. CONSTRUÇÃO DO PLANO DISTRITAL DE PROMOÇÃO DA SAÚDE EM BRASÍLIA/DF Autores:Edisa Brito; Sarah Gama Tinoco Quais as dificuldade encontradas no processo avaliativo? Quais as estratégias de sustentabilidade utilizadas na proposta? Em que medida a intervenção ou programa implementado favoreceu ou poderia vir a favorecer a equidade? Como assegurá-la?

  5. COORDENAÇÃO DAS AÇÕES REGIONAIS E MUNICIPAIS PARA O FORTALECIMENTO DO SISTEMA VIVA E DA IMPLEMENTAÇÃO DA POLÍTICA DE PROMOÇÃO DA SAÚDE NO ESTADO DE SP Autores:Marco Moraes; Vilma Pinheiro; Claudia Vieira; MíriamMatsura; Dalva Oliveira; Eva Skasufka; Adriana Rebouças. Quais as dificuldade encontradas no processo avaliativo? Quais as estratégias de sustentabilidade utilizadas na proposta? Em que medida a intervenção ou programa implementado favoreceu ou poderia vir a favorecer a equidade? Como assegurá-la?

  6. DESAFIOS NA CONSOLIDAÇÃO DE AMBIENTES LIVRES DO TABACO EM UMA IES DE CURITIBA Autores: Denise Machado; KatiaYumiUchimura; Juliana Londero Quais as dificuldade encontradas no processo avaliativo? Quais as estratégias de sustentabilidade utilizadas na proposta? Em que medida a intervenção ou programa implementado favoreceu ou poderia vir a favorecer a equidade? Como assegurá-la?

  7. EFEITOS DA ADESÃO A PROGRAMAS DE PROMOÇÃO À SAÚDE, PREVENÇÃO E CONTROLE DO DIABETES MELLITUS TIPO 2 Autores: Julia Devide; Guilherme Falcão; Gisele Balbino Quais as dificuldade encontradas no processo avaliativo? Quais as estratégias de sustentabilidade utilizadas na proposta? Em que medida a intervenção ou programa implementado favoreceu ou poderia vir a favorecer a equidade? Como assegurá-la?

  8. ENCONTRO ENTRE SAÚDE E EDUCAÇÃO – AVALIAÇÃO DO ROGRAMA SAÚDE NA ESCOLA Autores: Daniele Nigro; Elisabete Agrela; MarciaWestphal Quais as dificuldade encontradas no processo avaliativo? Quais as estratégias de sustentabilidade utilizadas na proposta? Em que medida a intervenção ou programa implementado favoreceu ou poderia vir a favorecer a equidade? Como assegurá-la?

  9. ESCOLAS PROMOTORAS DE SAÚDE E EDUCAÇÃO PARA SAÚDE NA AMERICA LATINA: UMA REVISÃO DO PERÍODO 1996-2009 Autores: Carmelinda Monteiro; Maria de Fátima Lobato; Vera Lucia Luiza Quais as dificuldade encontradas no processo avaliativo? Quais as estratégias de sustentabilidade utilizadas na proposta? Em que medida a intervenção ou programa implementado favoreceu ou poderia vir a favorecer a equidade? Como assegurá-la?

  10. ESTRATÉGIA AVALIATIVA NA CAPACITAÇÃO DE PROFISSIONAIS DA ATENÇÃO PRIMÁRIA PARA EDUCAÇÃO EM DIABETES MELLITUS Autores: Heloisa Carvalho; Regina Bodstein; Marta Amaral; Gisele Vieira Quais as dificuldade encontradas no processo avaliativo? Quais as estratégias de sustentabilidade utilizadas na proposta? Em que medida a intervenção ou programa implementado favoreceu ou poderia vir a favorecer a equidade? Como assegurá-la?