Download
uso de g s t xico ou asfixiante n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Uso de Gás Tóxico ou Asfixiante PowerPoint Presentation
Download Presentation
Uso de Gás Tóxico ou Asfixiante

Uso de Gás Tóxico ou Asfixiante

174 Vues Download Presentation
Télécharger la présentation

Uso de Gás Tóxico ou Asfixiante

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Uso de Gás Tóxico ou Asfixiante • Bem Jurídico: o mesmo dos artigos 250 e 251, do CP • Sujeitos do Crime: os mesmos dos artigos 250 e 251 • Tipo Objetivo: usar • Gás tóxico: age por envenenamento • Gás asfixiante ou sufocante: atua de modo mecânico, afetando as vias respiratórias • Expressão preferível por ser mais abrangente: gás nocivo • Crime de perigo concreto

  2. Gás Tóxico ou Asfixiante • Tipo subjetivo: dolo • Consumação: com o uso do gás, resultando perigo concreto • Tentativa: admissível • Previsão de conduta culposa

  3. Artigo 253 e Lei dos Crimes Ambientais • O artigo 253 foi revogado pela Lei nº 9605/98 • O artigo 253 foi derrogado: que expõe a vida e a integridade física de outrem mediante gás tóxico ou asfixiante: artigo 56, da Lei nº 9605/98. Permanece em vigor apenas quando houver exposição a perigo do patrimônio de outrem (Prado) • O artigo 253 está plenamente vigente: as características do artigo 253, do CP, diferem do artigo 56, da Lei nº 9605/98 (poluição)

  4. Fabrico, fornecimento, aquisição, posse ou transporte de explosivos ou gás tóxico ou asfixiante • Derrogação do artigo 253 pela Lei nº 10.826/2003 • Art. 16, inciso III, da Lei nº 10826/2003: possuir, detiver, fabricar ou empregar artefato explosivo ou incendiário, sem autorização ou em desacordo com determinação legal ou regulamentar • Faltou a menção dos núcleos verbais: fornecer, adquirir ou transportar do artigo 253, do CP: Capez: para fornecer e transportar é necessário antes deter ou possuir. Quem adquire possui e quem tenta adquirir, tenta possuir (Luiz Flávio Gomes, Damásio). Contra: Prado: fornecer, adquirir e transportar: permanecem vigentes (artigo 253) • Referindo-se a explosivos: prevalece o artigo 16, III, da Lei nº 10.826/2003

  5. Fabricar, fornecer, adquirir,possuir ou transportar gás tóxico ou asfixiante • Bem Jurídico: incolumidade pública: segurança da comunidade face aos riscos da livre circulação • Crime de perigo abstrato: ato preparatório erigido em tipo autônomo • Sujeitos do crime: qualquer pessoa pode ser sujeito ativo e a coletividade é o sujeito passivo

  6. Tipo Objetivo • Núcleos verbais: • Fabricar: produzir • Fornecer: entregar • Adquirir: obter • Possuir: ter sob sua guarda • Transportar: remover • Objeto material: gás tóxico ou asfixiante e material destinado à fabricação • Elemento normativo do tipo: sem licença da autoridade • Tipo misto alternativo. Pode ser único se o agente incorre na prática de mais de um dos atos incriminados

  7. Artigo 253 • Tipo subjetivo: dolo • Consumação: no momento da realização da conduta típica • Tentativa: Noronha, Hungria, Fragoso rejeitam a possibilidade de tentativa: pois é punida pelas mesmas condutas quando se tratar de matéria-prima destinada à fabricação • Mirabete: admite a tentativa na conduta de aquisição irregular

  8. Desabamento ou Desmoronamento • Bem Jurídico: igual aos dos artigos 250, 251 e 252 • Sujeito ativo: qualquer pessoa, inclusive o proprietário • Sujeito passivo: coletividade e pessoa que tenha a vida, a integridade física ou o patrimônio exposto a perigo

  9. Tipo Objetivo • Causar: provocar • Desabamento: queda de qualquer construção: edifício, muro, ponte, galeria • Desmoronamento: queda de construções telúricas (barrancos, rochedos, pedreiras, morros) • Perigo concreto • Praticado por ação ou omissão

  10. Desabamento ou Desmoronamento • Tipo subjetivo: dolo • Há também punição a título de culpa • Consumação: com o desabamento ou desmoronamento, resultando perigo comum • Tentativa: admissível • Artigo 29, LCP: diferença: • Gravidade do crime • No crime, há exposição a perigo da vida, integridade física ou patrimônio e na contravenção não há

  11. Causa de aumento de pena pelo resultado de dano • Havendo mais de uma morte: haverá a causa de aumento de pena apenas uma vez, excluindo-se o concurso formal • Havendo morte e lesão corporal: aplica-se a qualificadora da morte