Download
coopera o brasil uni o europeia em ci ncia tecnologia e inova o n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Cooperação Brasil-União Europeia em Ciência, Tecnologia e Inovação PowerPoint Presentation
Download Presentation
Cooperação Brasil-União Europeia em Ciência, Tecnologia e Inovação

Cooperação Brasil-União Europeia em Ciência, Tecnologia e Inovação

92 Vues Download Presentation
Télécharger la présentation

Cooperação Brasil-União Europeia em Ciência, Tecnologia e Inovação

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. CooperaçãoBrasil-União EuropeiaemCiência, Tecnologia e Inovação

  2. Acordos de Cooperação

  3. Chamadas Conjuntas • Biocombustíveis • Chamada conjunta, com recursos do MCTI, FAPESP e FAPERJ, em 2009 • Dois projetos no valor de R$ 11,6 milhões • Foco: otimização das técnicas de processamento da biomassa lignocelulósica • Resultados obtidos: dezenas de artigos científicos, duas patentes, formação de recursos humanos

  4. Chamadas Conjuntas • Tecnologias de Informação e Comunicação (TICs) • Chamadas conjuntas para apoio a projetos de P&D em 2010 e 2012 • Do lado brasileiro foram investidos R$ 11,5 milhões (2010) e R$ 13 milhões (2012) • 5 projetos na 1ª chamada e 4 projetos na 2ª chamada • Temas apoiados na 1ª chamada: • Microeletrônica/Microssistemas • Controle e monitoramento em rede • Internet do futuro – instalações experimentais • Internet do futuro – segurança • Infraestruturas eletrônicas.

  5. Chamadas Conjuntas • Temas apoiados na 2ª chamada: • Computação em nuvem para a ciência • Tecnologias sustentáveis para uma sociedade inteligente • Serviços e aplicações inteligentes • Aplicações de transmissão híbrida de banda larga, TV e serviços

  6. Novas Oportunidades

  7. VI Reunião do Comitê Diretivo Conjunto Bruxelas, 26 e 27 de junho de 2013

  8. VI Reunião do Comitê Diretivo Conjunto Prioridades: • Pesquisa marinha • Bioeconomiae agricultura sustentável • Energia • Áreas transversais: TICs, Nanotecnologia

  9. Novas oportunidades Chamadas conjuntas em TICs e biocombustíveis de segunda geração

  10. Joint Research Centre (JRC) • Cooperação nas áreas de: • Prevenção de desastres naturais (CEMADEN); • Smart Grids; • Geoinformação(INPE); • Nanotecnologia; • Bioeconomia; • RecursosHídricos e • Análise de Ciclo de Vida (IBICT)

  11. Obrigada!Ana Lúcia StivalCoordenadora/EuropaAssessoria de Assuntos Internacionaisana.stival@mcti.gov.br