Download
psicologia jur dica instrumenta o profissional para psic logos n.
Skip this Video
Loading SlideShow in 5 Seconds..
Psicologia Jur ídica Instrumentação Profissional para Psicólogos PowerPoint Presentation
Download Presentation
Psicologia Jur ídica Instrumentação Profissional para Psicólogos

Psicologia Jur ídica Instrumentação Profissional para Psicólogos

214 Vues Download Presentation
Télécharger la présentation

Psicologia Jur ídica Instrumentação Profissional para Psicólogos

- - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - E N D - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - - -
Presentation Transcript

  1. Psicologia JurídicaInstrumentação Profissional para Psicólogos • Avaliação Psicológica • Ética Profissional e Ética na Psicologia • Passos na Condução da Avaliação Psicológica • Técnicas de Entrevista • Processo de Instrumentalização e de Intervenção Psicológica nos Espaços Sócio-ocupacionais • Elaboração de Documentos decorrentes de Avaliação Psicológica • Oficinas Jonatha Rospide Nunes e Káthia Nemeth Perez

  2. Avaliação Psicológica • A avaliação psicológica é entendida como o processo técnico-científico de coleta de dados, estudos e interpretação de informações a respeito dos fenômenos psicológicos, que são resultantes da relação do indivíduo com a sociedade, utilizando-se, para tanto, de estratégias psicológicas – métodos, técnicas e instrumentos...

  3. Avaliação Psicológica • ...Os resultados das avaliações devem considerar e analisar os condicionantes históricos e sociais e seus efeitos no psiquismo, com a finalidade de servirem como instrumentos para atuar não somente sobre o indivíduo, mas na modificação desses condicionantes que operam desde a formulação da demanda até a conclusão do processo de avaliação psicológica. (RESOLUÇÃO CFP N.º 007/2003)

  4. Ética Profissional e Ética na Psicologia

  5. O que é ética?

  6. Instituído (Código de Ética do Psicólogo e Resoluções Vigentes)

  7. Instituinte (movimentos atuais)

  8. Entrevista

  9. Técnica de Entrevista

  10. Passos na Condução da Avaliação Psicológica

  11. Comunicação na Entrevista

  12. Análise da Demanda • Pedido: como o pedido chega até nós? Quem demanda? O que demanda? Quais condições? • Posição do profissional: análise do nosso posicionamento no jogo de forças institucional • Implicações: quais nossas relações com o jogo de forças institucional

  13. Contexto da Situação

  14. Escolha e Uso dos Recursos Técnicos

  15. Escolha e Uso dos Recursos Técnicos

  16. Processo de Instrumentalização e de Intervenção Psicológica nos Espaços Sócio-ocupacionais

  17. Elaboração de Documentos Decorrentes de Avaliação Psicológica

  18. O Manual dispõe o seguinte: • Princípios Norteadores • Modalidades de Documentos • Conceito / Finalidade / Estrutura • Validade dos Documentos • Guarda dos Documentos

  19. Princípios Norteadores

  20. Modalidades de Documentos

  21. Conceito/Finalidade/Estrutura • Leitura Coletiva

  22. Validade dos Conteúdos dos Documentos • O prazo depende da legislação vigente (no caso uma lei federal) como não há uma lei específica que regulamente o psicólogo deve indicar a validade, fundamentando-a.

  23. Guarda dos Documentos e Condições de Guarda • Guarda de, no mínimo cinco (05) anos, sob a responsabilidade do Psicólogo e da Instituição onde foi realizada a avaliação. • O prazo citado pode ser aumentado por Lei ou determinação judicial. • Extinção do Serviço.